Adotar um cachorro é o maior barato!

Há uma semana adotamos de um canil de Holambra este animal, curioso e peste, chamado Estrelinha, graças a uma cicatriz no alto da cabeça que parecia uma estrela.

Estrelinha depois do passeio é mais língua que cachorro.

Estrelinha depois do passeio é mais língua que cachorro.

É uma sensação estranha ser responsável por esse ser. Se a gente não der comida, ela não come. Se a gente não levar para passear, ela não passeia. Ou, como dona esposa colocou, “já parou para pensar que daqui para frente todas as nossas decisões, como onde vamos morar, nós vamos pensar nesse ser peludo?” Um pouco assustador, na verdade.

Estrelinha aprendeu muito rápido as regras da casa. Não pode entrar dentro de casa, mesmo se a porta estiver aberta. Aquele é seu pote de ração, de água, e aquela caixa de papelão com um paninho dentro é onde dorme. Agora que já entendeu as regras da casa e quem é que manda, está testando-as. Um passinho de cada vez para dentro de casa, até a gente mandá-la para fora.

Ela faz manha. Muita, muita manha, mas está começando a entender que não funciona com a gente. Ok, funciona, ficamos morrendo de dó, mas não vamos lá fora, e com grande esforço fingimos que não é com a gente.

As muitas faces de Estrelinha.

As muitas faces de Estrelinha.

Já aprendeu onde deve fazer as necessidades. Ou quase. Colocamos umas folhas de jornal no fundo da casa, e para o vento não levá-las, quatro tijolos nos cantos. Estrelinha vai lá, e faz cocô em cima do tijolo. Vai entender…

Uma das coisas boas é que ela está me tirando mais do computador, me fazendo passear e andar na rua, o que é mais divertido do que parece, e movimenta o corpo. Além da carinha hiper mega fofa que sabe fazer, e do jeito que abana o rabo sempre que aparecemos lá fora. Agora só falta ensiná-la a andar de moto e sair por aí pilotando! (Brincadeirinha!)

Leave a comment

2 Comments

  1. kkkkkk… ri muito na parte do “cocô no tijolo” rsrsrsrsrs

    minha Dalila tbm era assim, mas sem o tijolo. Eu colocava o jornal e ela fazia em volta do jornal menos em cima dele. Hoje eu desisti do jornal, ela aprendeu a fazer as necessidades dela num cantinho específico da varanda, então eu me conformei… jornal pra ela só serve para rasgar e cagar em volta! rsrsrsrsrsrs

    Boa sorte com a “filhinha”.

    Responder
  2. Carolina F

     /  19 de janeiro de 2013

    uheoihe estrelinha..muito gay. 😛 (sorry tinha que comentar esse detalhe)

    acho justo um café da tarde na casa dos van kampen pra conhecermos a Estrelinha!

    Responder

Deixe uma resposta para Carolina F Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *