Dicas para aqueles que vão casar (2 de 2)

Calma, esse é o último post com dicas de casamento, já voltamos com coisas para os casados.  É que para juntar mais gente para esse time, resolvemos dar uma forcinha com estes posts. Para ler o primeiro clique aqui.

Essa segunda parte fala um pouco sobre como escolher, negociar e lidar com os fornecedores. Casamos com relativamente pouco dinheiro. Menos do que quase todas as cerimoniais falaram que seria “o mínimo”, mas fizemos uma festa sensacional, administrando as moedas do porquinho.

Não cair na conversa do “isso é o seu sonho”. Fornecedores jogam muito bem esse jogo. Contam histórias da coitada que contratou um fornecedor mais ou menos, ou até aquele outro que era super badalado e estragou a festa. “É o seu sonho, você só se casa uma vez na vida, tem que escolher o melhor”. Ok, mas ninguém quer começar o casamento com uma dívida gigantesca, né?

Mas também não se esqueça que é um casamento, não dá para fechar tudo com o mais barato. Algumas economias acabam não valendo a pena. Na nossa opinião, cerimonial é um item que a princípio pensamos ser dispensável, mas que pode ajudar vocês tanto a organizar a festa quanto a aproveitar muito melhor o momento. É sempre bom contar com a ajuda profissional de quem já organizou vários eventos, e sabe bem de detalhes importantes que você nem imagina.

Comece cedo a procurar os profissionais, e compare, compare, compare. Assim, além de tentar jogar o preço do fornecedor mais barato em cima do mais caro, você vai começar a ter uma noção bem melhor de quanto vale cada serviço.

Negocie com o fornecedor, sempre. Mas lembre-se que o princípio da negociação é chegar a um acordo onde ambos saem ganhando. Abaixar o preço “porque eu quero” é possível, mas muito difícil. No nosso caso, a principal barganha era um pagamento adiantado, mas pode ser várias coisas, como uma data com menos procura (no meio da semana), ou outros. Em alguns fornecedores é praticamente impossível mexer no preço, mas quem sabe você não consegue incluir alguns itens no pacote?

O casamento é primeiro grande projeto de um casal. É aí que a gente aprende a suportar um ao outro, a ouvir, entender, negociar. Organizar todo o nosso casamento foi um projeto de mais de um ano, com muitas idas, vindas, desentendimento, contas, muitas contas, acordos e aceitação. Que no final, fortaleceu muito a nossa união.

Conseguimos, juntos, criar, bancar e aproveitar aquela festa com momentos maravilhosos que vão marcar a nossa vida e a daqueles que são queridos para nós. Isso foi tão especial que nos fez sentir super poderosos, acreditamos que juntos conseguimos fazer qualquer coisa.

Organizar o próprio casamento é um poderoso estágio para o que vem depois. Pense nisso, e um ótimo casamento! Depois volta aqui no Ele, Ela e um Sofá para ver nossas dicas para curtir a vida a dois. Ahn, e convida a gente para a festa, somos viciados em bem-casados!  😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *